Tudo o que não disse

21:27


  Magoou-me. E magoou muito. Acho que nem te sei dizer o quanto.
  Talvez, mesmo que soubesse, não o irias entender. Não irias perceber a dor que é confiares tudo o que és a alguém e, quando não dá jeito, não existires para essa pessoa. 
  Porque foi isso que tu me fizeste. Fizeste com que eu não existisse para ti. Aos poucos, foste-me eliminando da tua vida, até eu não conseguir entrar mais nela apesar de tudo o que tentei. 
  Sinto que te dei tudo. Dei tudo e não recebi nada. E dói, sabes? Dói ter de afastar a pessoa que pensei sempre pode confiar e em quem me podia apoiar. Mas não tens estado lá muito disponível, pois não? 
  Nunca te pedi que parasses a tua vida por mim mas (porra!) eu teria parado a minha! Teria deixado tudo para trás por um café, por meia dúzia de palavras e um abraço trocados à entrada. Tal e qual como parei, vezes infinitas, só para poder estar contigo. E nem de o fazer tu me deste oportunidade. 
  Procurei-te durante meses mas não queria incomodar. Perdoei todas as falhas, todas as faltas, todos os "hoje não dá" quando eu mais precisava, todas as mensagens por responder. 
  Mas chega. Fodasse, já chega! Não quero mais colar os pedaços do meu coração apenas para que o partas outra vez. 
  Só de pensar que hoje te liguei, mais uma vez, disposta a perdoar, a esquecer, a andar para frente; hoje foste tu que não me deixaste. E depois de tudo, é bom saber que valho tão pouco para ti.


Carolina C.

You Might Also Like

0 Storms

Mensagens populares