limite

15:34

 

   Para ti, outra vez. Mas para quê, se nem a tinta da caneta que gasto tu mereces? Para ti, outra vez. Porque nao sei mais o que pensar ou fazer. Não sei o que pensar sobre esta amizade que pensei que ter para vida ou sobre as atitudes para te tirar da minha vida que devia ter tomado antes que me tirasses da tua e não tomei, por amor aquilo que achei que tinhamos.

   Mas na verdade a culpa é tua. A culpa sempre foi tua. Eu nao fiz nada. Tu afastaste-me e eu nao sei o porquê, nem sei se quero saber. Mas tenho de para de me culpar por algo que nao fiz, tenho de parar de tentar compreender-te ou dar te o benefico da duvida. Tu nunca mo deste. Nao vales a pena. Nunca valeste. Só eu é que nao sabia.

  No entanto continuo aqui, de coração partido por tua culpa, mais uma vez. E nem isso vales a pena. Só gostava que me disseses algo,mesmo que fosse mentira; que tentasses algo, mesmo que fosse cinismo e falsidade. Apenas para eu me puder culpar e voltar a ter-te de volta se assim o quisesses. Mas tu não queres. Não me queres de volta. A culpa nao foi minha e ja nem para me culpar eu tenho energia.

  Nem mais uma discussao eu valho para ti então para quê gastar a caneta contigo? Para quê gastar os meus sentimentos contigo? Não vales nada, só eu e que nao sabia. Gostava de acreditar que um dia ainda voltasses e que te apercebesses do quanto significas para mim, que pensasses que isto nao vale a pena. Sou tão estúpida por ter saudades tuas. E nao sei mais o que fazer.

   Não vales nada. Não mereces nada. Nem as lágrimas que choro. Só eu é que nao sabia e agora que sei não me posso esquecer.

 Carolina C.

You Might Also Like

0 Storms

Mensagens populares